terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Feliz Ano Novo!

Sei que muitos torceram pelo ano de 2015 acabar...
Não foi um ano fácil, é verdade, mas tivemos muitas alegrias. Com essa onda de pensarmos no ano fui dar uma passeada pelo  o que escrevi por aqui.
O curioso é que comecei 2015 falando de um ano solar e de fato foi um ano bem quente (rs), não só pela temperatura que favoreceu e muito o consumo de brancos, espumantes e as novidades de se beber vinho com gelo, mas também por todas eloquentes alterações e aumentos de preços que levou o mercado a inovar com novo produtos que foram oferecidos a preços mais agradáveis. Essa sucessão de fatos, que afetavam diretamente no vinho, nos levou a conhecer novos rótulos e redescobrir alguns (como os vinhos verdes) que passaram a ser excelentes opções para enfrentar a crise.

Quero marcar essa mensagem de ano novo relembrando um artigo (de 2015) que falava de mulheres, as sempre adoráveis, e sendo repetitivo: “Escrever sobre vinhos, amor e mulher é uma dádiva, uma alegria que me dá muito prazer” e ainda: “Descrever um vinho é quase poesia, descrever a mulher é tentar trilhar as incríveis nuances do ser, tão complexo e instigante como uma boa taça de vinho”, que o vinho nos leva ao âmago do ser. É uma bebida feminina na essência e muitas vezes masculina quando se apresenta, talvez por isso nos encante tanto.”
Trazer as mulheres é a forma de desejar um ano mais gentil, mais amável, mais feminino. Não à toa que se saíram de nossas costelas, Deus retirou a melhor, a mais bela...mas, ainda acredito que Deus teve uma ideia melhor...

Essa ideia melhor é como um belo “blend” de força e leveza, nuances de cor e aroma que se revelam ao toque, alegria e complexidade...todos os elementos dignos de um grande vinho!

Que venha 2016 com a força e leveza feminina.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...